Relacionamento.com

Posted in Mundo real with tags , , on fevereiro 6, 2009 by Chris Bunny

Quando o assunto é Internet, não é necessário fazer árduas pesquisas de campo para traça o perfil dos usuários da maior rede de informações do mundo.

Orkut, MSN, salas de bate-papo, Fotolog… a maioria das tarefas executadas pela Internet estão ligadas a relações interpessoais. É a necessidade das pessoas de estabelecer uma comunicação.

Eu, uma mulher de 23 anos, leio notícias, mas boa parte do meu tempo é focado em orkut, MSN e por aí vai. A cada instante, a rede vem com grandes novidades, e semeando novos vícios.

O que vejo desde 2000, quando tive o primeiro contato com a Internet, é que a procura de relacionamentos e assuntos emocionais são o atrativo dos internautas. São ferramentas cada vez mais evoluídas que as pessoas divulgam casos pessoais.

Eu, lendo o G1, encontrei uma notícia que me inspirou para o post de hoje.  Um jovem inglês Adam Pacitti, de 20 anos, criou um site em prol de buscar a garota dos seus sonhos. Ele a considera uma mulher incrível, perfeita. Ele fez o retrato falado da mulher, deixando e-mail de contato para quem..se reconhecer.

Veja a imagem da mulher dos sonhos dele:

thegirlofmydreamslarge1A Internet é um mural de casos pessoais.

Link do blog: http://www.thegirlofmydreams.co.uk/story.html

Fonte: G1

Brinquedo novo e mudanças.

Posted in Pronunciamentos with tags , , , on janeiro 30, 2009 by Bruno Antonucci

Aproveitando o embalo da Ange vamos reviver isso aqui.

Na semana passada eu comprei meu novo brinquedo um PSP, desbloqueado, com cartão de 4 gigas e um case bonito! Hoje me acho suficientemente atualizado com o que há de mais tecnologico, so falta um iPhone e fico feliz :D

Aproveito para avisar que vamos re-ativar este brinquedinho, vamos fazer algumas modificações e o asteroide vai continuar de pé :D

Bem vindos ao novo Asteroide ;D

O descaso das empresas com os clientes. (parte I)

Posted in Mundo real, Pronunciamentos with tags , , , , on janeiro 30, 2009 by Angeliel

*Chega com uma vassoura varendo e tirando as teias de aranha* Aff, isso tá abandonado… Opa.. Oi.. XD Deixa eu começar:

Em novembro passado, na esperança de estreiar meu novo cosplay, comprei um par de lentes de contato mel, da Solótica. Assim que ela chegou, experimentei uma, verifiquei a cor e guardei na caixinha porta-lentes. Aí estava meu erro, apesar de eu não ter certeza se adiantaria muito ter percebido na hora: uma das lentes veio rasgada.

O rasgo era imperceptível, até porque se localizava na parte transparente na lente, no contorno, e eu só o percebi quando fui colocá-la. Machucou tanto que eu não consegui usar a lente, e tive de estreiar meu cosplay incompleto. Ah, mas como eu fiquei chateada.

Você paga caro por uma mercadoria e ela vem avariada? você nem ao menos pode confiar num controle de qualidade???

Enviei um e-mail para a loja que me vendeu o produto e eles me disseram para procurar pelo fabricante pois eles não tinham garantia sobre rasgos. Até aí tudo bem. O problema foi quando eu enviei o e-mail para a Solótica.

A resposta:

É.. Não houve. Há mais de 15 dias espero uma resposta. Simples, não? Não vamos trocar, a culpa é sua se você não viu? Não são coisas rápidas de digitar? Nem uma resposta utomática, nada!

Hoje perdi a paciência! Enciei um e-mail bastante crítico e mal-educado à eles. Quem sabe agora eles me enviam alguma resposta. Se ela viei, escrevo a parte 2.

Bjinhus, rezem por uma resposta…

A falta do teleporte

Posted in Mundo real with tags , , on novembro 12, 2008 by Chris Bunny

Aproveitando o post do Shinji Mamoru, colocarei uma questão que pelo menos uma vez passou pela cabeça das pessoas: “Por que não existe teleporte?”

Descartando hipóteses científicas e os complexos estudos da Física, o teleporte seria a melhor solução de transporte para muitos. Provavelmente seria um risco às nossas vidas, pois afetaria diretamente nossos corpos.  Entretanto, valeria a pena.

Como no post anterior, está cada vez mais díficil de conseguir trabalhar no que nós gostamos. Quem consegue, é porque tem contatos, ou é porque tem grana para investir pesado em cursos e intercâmbio. Ou seja, o ProUni, que auxilia as pessoas de baixa renda a ter nível superior de escolaridade, também despeja milhões de pessoas de nível universitário em um mercado extremamente competitivo.

Eis a vantagem do teleporte. Pelo menos a passagem de avião seria uma despesa a menos. Com ele, há possibilidade de adquirir a experiência com idiomas, de vivência em outros ambientes. Seu mundo não seria apenas a sua casa e sua vizinhança.

O teleporte seria as asas do homem, tornando-o apto para sair de sua gaiola. Pessoas distantes ficariam mais próximas, sonhos poderiam ser realizados.  Talvez o mundo ficaria mais chato, mas vá saber.

Trabalhar com o que gosta, é possivel?

Posted in Mundo real with tags , , on novembro 5, 2008 by Bruno Antonucci

Apesar do meu sumiço, eu pergunto há vocês: alguem consegue trabalhar com o que gosta?

Estamos em um tempo onde o dinheiro fala mais alto, onde se você não esta trabalhando você é mal visto (muitas vezes pela sua família). Uma situação que muitos (inclusive eu) vivem neste país, mas como resolver isso?

Ja ouvi de muitos amigos e conhecidos que andam com dificuldades em arranjar um emprego ou até mesmo um estágio, ainda mais na área que desejam. O que nos sobra, para pobres mortais que não conseguem um emprego que agrade? Telemarketing :D

Mas como somos brasileiros e não desistimos nunca, continuamos em busca de algo melhor.

Boa Sorte para todos!

Começa a sessão “o que os americanos não devem fazer”

Posted in Cinema with tags , , , on outubro 22, 2008 by Chris Bunny

DRAGON BALL Z MOVIE

Pois é. Eu navegando pela net, eu recobrei alguns hábitos e um deles era visitar o “Omelete”. Sei que a notícia é velha, mas vale deixar o registro: Dragon Ball Z versão americana.

Assim como nós brasileiros, os americanos são grandes apreciadores de animes e mangás e Dragon Ball, o principal sucesso de Akira Toryama, faz grande sucesso na terra do Tio Sam. Apesar da indústria bilionária do cinema holywoodiano, sabe-se que este sofre pela crise de criatividade, fazendo com que diretores recorram a adaptações de clássicos e roteiros de outros países, incluindo o Japão.

A questão é que nem sempre os americanos conseguem acertar. Eles pensam que é simples pegar uma trama oriental e vendê-la pelo mundo. Ledo engano: pode utilizar do marketing viral ou do merchandising, fora os milhões gastos em campanha publicitária nas ruas e na televisão – isso não ajudará um filme a ter digno de grandes elogios, tanto da crítica quanto do público. Quando se trata de HQ e de mangá, os fãs são os mais severos críticos.

Assim como o fraco impacto de Speed Racer (muitas luzes, cores e enredo mega comprimido), Dragon Ball Z nem estreou e apresenta fatores que podem levar mais um filme para a categoria “trash de luxo”. O trailer nem empolgou os executivos da Fox, e a produção corre atrás de elenco para fazer refilmagens a partir do dia 30 de outubro.

Poster do filme Dragon Ball Z

É…pelo visto James Wong e Stephen Chow terão um árduo trabalho pela frente até a estréia no dia 3 de abril de 2009. Afinal, nem sempre os efeitos especiais podem salvar um filme. Então..

Os americanos não devem achar que podem fazer o que bem entendem com roteiros importados. Há mais de uma cultura nesse mundo, não?

Vamos ver no que vai dar.

Fonte:www.omelete.com.br

Video Games Live 2008 – Rio de Janeiro

Posted in Games with tags , , , on outubro 16, 2008 by Bruno Antonucci

No último dia 5 de outubro, junto com as eleições municipais, tivemos o Vídeo Games Live na cidade do Rio de Janeiro. Para quem não conhece, é um show crido por Tommy Talarico que utiliza a união da musica clássica com as musicas de vídeo games, criando uma união do novo com o erudito.

Eu vou dês da primeira edição, em 2006, e sempre me fascinei pelo show. Foram poucas as vezes que ouvi musica clássica, só quando meu pai resolvia colocar algum disco laser que ele comprou quando eu era menor, mas ouvir e me emocionar como acontece no VGL, dificilmente acontecia.

Aprendi nesses 3 anos a gostar de jogos somente pelas musicas, como é o caso de Civilization e Metal Gear Solid, que quando ambas as músicas tocam eu me arrepio e sinto uma emoção enorme. Assim como os meus jogos favoritos como Sonic, Zelda e Final Fantasy VII.

Neste ano sabia que Civilization não estaria na lista, mas sabia que muita coisa boa estaria presente. E não me enganei. Tive a feliz presença da musica de um dos jogos que mais gosto, God of War. Ver as cenas e me emocionar relembrando as horas de jogo que passei ao lado de Kratos foi lindo.

Me emocionar mais uma vez com One Winged Angel, mas desta vez sem a presença de Vingaard e Yuki como Cloud e Sephiroth, ouvir Metal Gear Solid e lembrar da Clarice falar tanto do jogo e ver a Bianca chorar ao ouvir Zelda (que muitas vezes parece a musica do Superman lol).

Vídeo Games Live é a mistura de vários sentimentos únicos, sentimentos como felicidade e amor, sentimentos que sentimos quando nos gostamos de algum jogo e nos emocionamos com ele. Por isso, ano que vem estarei la se deus quiser mais uma vez. E quem sabe, a minha sugestão de da Ange não acaba sendo feita?

O que no sugerimos? So se você souber a senha. A senha é Devil May Cry!

Confira como foi uma das musicas esse ano:

Site: http://www.videogameslive.com.br/